Arquivo

Posts Tagged ‘Bierland’

Harmonização 5 estados

image

A partir do dia 17 de novembro, acontecerá em Blumenau a terceira edição do Festival Brasileiro da Cerveja. Serão mais de 150 expositores que se dividirão entre microcervejarias, importadoras, restaurantes especializados em cervejas e lojas.
Além da qualidade eclética das apresentações musicais, diversas paletras acontecerão durante todo evento.
Com o propósito de difundir a cultura cervejeira no país, a organização do festival convidou este escriba para realizar um almoço harmonizado no dia 19 de novembro – sábado – que terá como objetivo mostrar que a cerveja tem seu lugar na gastronomia e porque é a bebida mais versátil para harmonizações.
O almoço terá a participação dos 5 estados – Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais e São Paulo – presentes nesta terceira edição.
O eventon terá a recepção com o nosso delicioso Bierland Pilsen, cerveja puro-malte, de carater refrescante e levemente lupulada. Para começar, teremos a Blond Ale, da gaúcha Season – esta servida em chope. Para o primeiro prato, a Black Ipa da cervejaria mais rock’n’roll do Brasil – Kūd Bier Blackbird, também servida em forma de chope – que traz a nossa querida IPA os caraters de maltes torrados e tostados. Para o segundo prato a mais nova Dubbel brasileira da paulistana Leuven. Para fechar, a Insana Double Chocolate Porter, uma ousadia caseira que ganhou meu paladar e fará as honras de fechar este evento.

Os convites estão à venda no Bier Vila dentro da Vila Germânica ou pelo e-mail guischwinn@gmail.com.

E sempre lembrando “Se beber, não dirija”

Bierland Imperial Stout

Após dias incomodando o amigo Paulo “Feijão”, sommelier de cervejas da Bierland, ele fez uma visitinha à Floripa e me deixou uma garrafa da mais nova criação da cerveja, a Imperial Stout.

O estilo Imperial Stout surgiu como muitos outros estilos, países que não tinham cervejas como cultura, indo à países com vasta cultura cervejeira e pedindo cervejas para ser consumida em seus países. Catherine II – condessa da Rússia – em uma de suas viagens a Inglaterra, provou a típica Stout da região  e ao voltar para a Rússia pediu barris desta cerveja para serem levados. Ao chegarem a Rússia, a cerveja acabou não aguentando a viagem.

Após este incidente, a condessa pediu para que a cerveja fosse reformulada para aguentar sua viagem entre os dois países. A cerveja ganhou mais corpo e álcool, para que chegasse sem problemas à Rússia e não congelasse no meio da viagem. Este tipo de cerveja acabou sendo batizada como Imperial Stout ou Russian Imperial Stout. A Imperial Stout é uma cerveja robusta, com alto índice alcoólico e com notas destacadas de torrefação.

A Bierland – cervejaria artesanal de Blumenau – contando com a ajuda de seu sommelier de cervejas elaboraram uma Imperial Stout para suprir o mercado cervejeiro – que esta cada vez mais exigente – e ainda por cijma esquentar o frio de Santa Catarina.

Durante a correria de TCC/Estágio, em um momento de reflexão e descanso pude provar esta nova cria e que deixou muito contente. Uma cerveja não muito robusta como as demais encontradas no mercado – ao meu ver o único “defeito” da cerveja – conta com gostos e aromas atraentes. No nariz pode-se sentir aromas de torrado lembrando café, lúpulo herbal, leve adocicado e frutado – passas. Na boca a torrefação toma destaque, juntamente com o lúpulo herbal e com retrogosto frutado e leve adocicado lembrando melaço. O álcool de 7% acaba dando impressão de volume, trazendo leve aquecimento na boca.

A Bierland mandou muito bem ao produzir este estilo e trazer uma nova opção para as nossas prateleiras. Com um ótimo drinkability fará sucesso do mais exigente ao que esta apenas começando no mundo das cervejas. E a Bierland esta preparando mais algumas pequenas novidades e agora com duas medalhas  no Australian Beer Awards  fara mais sucesso no mercado.  Tenho orgulho de ser Catarinense e ter uma cervejaria diferenciada das demais do estado e com tanta qualidade.

PS: desculpem a má qualidade da foto, mas como a câmera da namorada foi roubada, a foto foi batida com celular;