Início > Cerveja > 2º Beer Day

2º Beer Day

Entre amantes da não-enganação e formadores de opinião do meio cervejeiro, todos se salvaram – torrados pelo calor escaldante de Curitiba. Domingo de muito sol, calor e Rockabilly – com direito a tio barbudo, violino e contra-baixo – pede muita cerveja e conversa com amigos. E com esses chamarizes partimos para o 2º Brooklyn Beer Day, em Curitba.

Em meio a importadoras e cervejas de renome, as cervejarias paranaenses foram o grande destaque do encontro. Já haviam feito muito barulho no Festival Brasileiro da Cerveja e, em seu território, não poderiam fazer diferente – ainda mais com os grandes lançamentos. Mas os maiores destaques ficaram por conta da Hop Weiss, da Bodebrown: uma deliciosa e ousada weiss, com dry hopping de amarilo, trazendo maior refrescancia à cerveja e um singelo amargor a este estilo. Infelizmente não pude experimentar a  Graviola Barley Wine. Não pelo preço, mas por ter saído como água e dado um belo cala boca aos que reclamaram da ousadia.

Marcelo (Cervejas Gourmet) e as Diabinhas

A outra grande espera do evento foi o re-lançamento da Diabólica 6,66%: uma India Pale Ale .com blend de lúpulos e maltes. Desta vez mais redonda e saborosa que a primeira. O que mais chamou a atenção foi sua campanha de marketing, utilizando marmanjos bêbados, com suas diabinhas tiradoras oficiais de chopp, e casais amantes da cerveja, para serem os casais diabólicos. Por enquanto, só a encontraremos em chopp, mas em poucos meses estará na sua versão garrafa.

Não foram só as paranaenses que apareceram. Lá estava também a Wäls: como sempre com deliciosos chopps e o desafio de comparação do seu chopp Quadrupel  com o famoso La Trappe Quadrupel. Em minha singela opinião – e de varias outros – o quadrupel da Wals está muito mais complexo e redondo que o poderoso La Trappe. Também presente o colorado Indica, com dry-hopping, e as famosas Corujas.

Na parte do forra-estômago, o bolinho de bacalhau do Clube do Malte se mostrou soberano. Era o que mais se via nos pratos dos beberrões.

Tati e Botto

Além das cervejas, não poderiam faltar os amigos. O Beer Day mais parecia um encontro nerd movido à cerveja. Todos enlouquecidos no twitter, querendo conhecer seus seguidores e seguidos,  proporcionando muita conversa – sem aquela bobagem de picaretagem, Inri Cristo, etc. – e risadas.

Este encontro mostrou o verdadeiro motivo da cerveja estar em nossas vidas: amizade, boa conversa e muita felicidade. Nada daquela conversa ogra que estamos vendo no twitter, atacando um ao outro, mas sim com muita união e, principalmente, repassando seus conhecimento a quem não sabe – o mais importante para o desenvolvimento e estabilidade da cultura cervejeira.

Parabéns aos organizadores. Esperamos que novos festivais se criem e que possamos chegar aos calendários gringos, mostrando nosso potencial cervejeiro.

Fotos roubadas da @TatianaSiniXtra @cerveja_gourmet

Anúncios
Categorias:Cerveja
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 17/02/2011 às 23:42

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: